Mudanças no TAP Miles&Go – Melhorou ou Piorou?

TAP Oferece 20% de Desconto em Bilhetes Pagos em Classe Econômica e Compensa!

Assim como eu, você também deve ter recebido um e-mail da TAP, ou lido em algum site, sobre as mudanças do Miles&Go. Mas afinal de contas, essas mudanças foram para melhor ou pior?

As Mudanças

Primeiro vamos olhar as mudanças (e o que não mudou) e depois tentar tirar algumas conclusões. E comecemos pelo que não mudou, que é mais fácil!

Sem Alterações

  • Não houve nenhuma alteração no resgate de passagens prêmio com empresas aéreas parceiras. Então as viagens para Estados Unidos e Ásia a uma quantidade razoável de milhas estão a salvo – pelo menos por hora! 😀

Alterações

  • As tabelas de alta e baixa estação desapareceram.
  • Não há mais distinção entre Portugal e o resto da Europa.
  • O valor de milhas necessários para uma emissão de um bilhete prêmio flutuará, mas haverá um teto mínimo e um máximo.
  • Em relação aos valores atuais, as passagens poderão custar até 49% para menos menos ou para mais.
  • Note que o teto mínimo para emissões em classe executiva foi basicamente mantido tendo sofrido uma redução de apenas 10.000 milhas.Mudanças no TAP Miles&Go - Melhorou ou Piorou?

Conclusões

Eu ainda não estou convencido se as mudanças foram para melhor ou para pior. Acho que vamos precisar de alguns meses para ver como os valores vão flutuar para aí podermos tirar nossas conclusões. E eu acho que o período de transição deveria ser de uns três meses e não apenas 30 dias.

O que quero dizer é se realmente vão existir valores 50% mais baratos em econômica ou se efetivamente encontraremos passagens em classe executiva a 113 mil milhas o trecho. O meu lado sarcástico insiste em dizer que as emissões em executiva ficarão ainda mais caras do que já são! 😕

Por mais controverso que possa ser, eu vejo um lado positivo na possibilidade de se poder reservar um bilhete com milhas a qualquer momento – mesmo que pagando mais por isso. E sabe por que? Existem pessoas com saldos gigantescos de milhas que, devido a viagens de trabalho, conseguem esses tais milhas de “graça” e nunca encontram disponibilidade para usa-las. Esse problema, para essas pessoas, está resolvido!

Um outro ponto positivo é que a TAP divulgou os valores mínimos e máximos. Isso deixa tudo bem mais transparente e o cliente saberá exatamente o quão mais caro estará pagando em relação ao mínimo possível.

Uma coisa é certa, mais que nunca será preciso conhecer exatamente o custo médio de suas milhas. Com passagens para a Europa chegando a custar até menos de R$2 mil em econômica e menos de R$5 mil em executiva, você corre o risco de estar pagando mais caro em uma emissão com pontos do que se comprasse um  bilhete – dependendo da origem dos seus pontos, claro.

E vocês, o que acharam das mudanças?