Delta se Divorcia da Gol. Latam Deixa American Airlines e British Airways no Altar. E Agora José?

Delta se Divorcia da Gol. Latam Deixa American Airlines e British Airways no Altar. E Agora José?

Como foi amplamente divulgado ontem, a Delta Airlines comprou 20% da Latam em uma transação de U$1.9 bilhões de dólares e ao mesmo tempo informou que irá se desfazer de sua participação acionária na Gol. Mas o que isso significa para o mercado aéreo brasileiro?

Essa proposta de casamento e o divórcio anunciados ontem mudam completamente o cenário das alianças no Brasil. Neste artigo vou explorar apenas os impactos comerciais dessa mudança e num outro momento falarei do que isso presenta para quem acumula milhas e pontos.

Delta e Latam

Aparentemente a decisão da Latam de dizer adeus à American Airlines é resultado da resistência do governo chileno em aprovar o joint venture proposto por ambas. Ou seja, a Latam achou mais fácil encontrar outro pretendente do que tentar convencer o governo do Chile de que o joint venture com a American era um bom negócio!

Para os passageiros latino americanos da Latam essa união com a Delta não muda muita coisa. Talvez tenhamos alguns voos sendo re-direcionados de Miami para Atlanta, pois é o principal hub da Delta nos Estados Unidos.

Talvez tenhamos também alguns novos da Delta para a América Latina. E obviamente uma grande quantidade de voos domésticos e internacionais carregarão o código das duas empresas – o famoso codeshare.Delta se Divorcia da Gol. Latam Deixa American Airlines e British Airways no Altar. E Agora José?

American Airlines

Não há dúvida alguma de que do lado norte-americano a grande perdedora foi a American Airlines que sempre teve uma posição dominante na América Latina. Seguramente todos os acordos de cooperação com a Latam serão terminados nos próximos meses à medida que o acordo com a Delta avançar.

E o que restou para a American Airlines na América do Sul? Dado que a Aerolíneas Argentinas já está na Sky Team e a Avianca tem outros problemas para resolver no momento (se bem que tudo pode mudar, como vimos ontem à noite), minha aposta é em uma aproximação da American Airlines com a Gol.

Gol

Do lado brasileiro a grande perdedora, por hora, foi a Gol que viu a sua principal parceira na América do Norte juntar-se com a sua principal concorrente na América do Sul. Acredito que os ânimos na sede da Gol no fim do dia ontem não deveriam estar muito bons e a bolsa de valores refletiu isso muito bem com a queda das ações da laranjinha.

Penso que muito em breve veremos a Gol se pronunciando sobre o fato e anunciando seus planos para o futuro. Planos esse, que como eu especulei acima, provavelmente envolvam a American Airlines.Delta se Divorcia da Gol. Latam Deixa American Airlines e British Airways no Altar. E Agora José?

Oneworld e Sky Team

A Latam já fez um anuncio formal que irá deixar a Aliança Oneworld, porém não disse nada a respeito de juntar-se à Sky Team que tem a Delta como membro fundadora. Aliás, a própria Delta Airlines anda meio desacreditada das alianças globais – nas palavras de seu CEO, claro.

Mas ao mesmo tempo que a Delta diz isso, correm boatos que a Virgin Atlantic, onde a Delta detém parte das ações, deverá anunciar em breve seu ingresso na Sky Team. Portanto, minha aposta é que no futuro a Latam entre para a Sky Team.

Obviamente, a Onerworld levou a pior nessa dança de cadeiras, pois teve sua presença reduzida significativamente na América do Sul. E com exceção da Gol, não há muitas opções de novas parcerias abaixo da linha do Equador.

Impactos Indiretos da União Delta e Latam

Se nas Américas as coisas estão “mais ou menos” claras, o mesmo não se pode dizer no corredor América do Sul – Europa, pois a Delta tem participação acionária na Virgin Atlantic, KLM e Air France e essas duas últimas com participação acionária na Gol! Confuso, não?

Isso sem falarmos da British Airways e Iberia que já estavam com um relacionamento bem avançado com a Latam, inclusive compartilhando voos. Deixando a saída da Latam da Oneworld de lado, acredito que por pressão da Virgin Atlantic essa parceria deverá ser encerrada.

E falando em Virgin Atlantic, penso que se deram bem! Talvez a recém anunciada parceria com a Gol nunca saia do papel e venhamos a ver a Virgin Atlantic e a Latam compartilhando voos num futuro próximo!Delta se Divorcia da Gol. Latam Deixa American Airlines e British Airways no Altar. E Agora José?

E Fortaleza? Pois é, até aí deveremos ter algum impacto. Hoje há uma operação bem sincronizada entre Gol, Air France e KLM. Será que veremos a Gol ser gradativamente substituída pela Latam na capital cearense como alimentadora dos voos das duas europeias?

Quem aí se lembra do forte relacionamento da então TAM com a Air France no começo de sua aventura internacional com os voos para Paris? Será que depois de tantos anos voltaremos a ver ambas compartilhando voos?

E ainda temos o fato de que a Qatar, de quem a Delta não gosta nem um pouco, ser acionista minoritária na Latam!

Conclusão

Não há muito o que concluir além de que houve uma reviravolta no mundo das alianças aéreas na América do Sul nas últimas 24 horas!

Por hora, só nos resta esperar e assistir as cenas dos próximos capítulos!