GOL Aproveita Benefícios Fiscais e Traz Mais Voos para São Paulo – Será Sustentável?

Promoção de Passagens Gol - Ótimos Valores a Partir do Sul do BrasilB737-800 da Gol

A Gol, maior empresa aérea do mercado doméstico Brasileiro, assim como suas duas grandes concorrentes, Latam e Azul, decidiu aproveitar o programa de benefícios oferecido pelo Governo de São Paulo e tem ampliado bastante a sua oferta de destinos a partir do principal aeroporto do estado (e do país): o Aeroporto Internacional de Guarulhos.

Redução no ICMS

O programa de incentivos do governo de São Paulo consiste na baixa de ICMS sobre o fornecimento de combustível nos aeroportos do estado com a alíquota reduzida de 25% (até então praticados) para 12%, caso as empresas aéreas agreguem 490 voos semanais (70 voos diários) partindo do estado de São Paulo.

O benefício será na verdade a transferência de receitas que até então aconteciam em outros estados da federação que já tinham reduzido o ICMS para a alíquota de 12%, tais como Distrito Federal, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia e Pernambuco. O que na prática acontecia é que quando a aeronave voltava a São Paulo, trazia mais combustível do que o necessário para evitar abastecer completamente em São Paulo. Com isso, as aeronaves acabam voando com mais combustível nos tanques do que o necessário, ampliando o consumo.

Expansão da Gol

Desde então, a Gol anunciou que vai passar a operar dois voos diários para as cidades de:

  • Cascável
  • Vitória da Conquista
  • Passo Fundo

E para as seguintes cidades serão um voo por dia:

  • Joinville
  • Sinop
  • Cabo Frio

No estado de São Paulo, foram criados novos voos com destino a:

  • Barretos
  • Aracatuba
  • Franca

Com isso a Gol já alcança doze novos diários ou 83 semanais, já que Araçatuba terá somente seis voos semanais.

Todavia esses benefícios tem significado o corte de voos de outros aeroportos, ainda mais no momento em que a Gol se vê forçada a não utilizar seus novos 737MAX, e um crescimento da concentração das operações em São Paulo.

GOL - Benefícios Fiscais e Mais Voos em São PauloConcentração e Rentabilidade

A grande questão sobre todo esse processo é que todos sabemos que a demanda não se cria por decreto e a economia Brasileira enfrenta ainda um período de instabilidade e baixo crescimento. Será que a Gol e suas concorrentes vão conseguir encher de forma rentável tantos voos novos adicionados ao mesmo tempo ?

Também cabe salientar que com cortes de outras bases, a Gol pouco a pouco perde vantagens que possui frente as suas concorrentes, e leva a batalha para um único campo: São Paulo e seus dois principais aeroportos – Guarulhos e Congonhas.

Em Guarulhos as empresas ainda têm espaço para crescer, mas o mesmo não pode se dizer sobre Congonhas, onde uma briga que promete se arrastar por longo tempo atrasará certamente a distribuição de preciosos slots, que tem também a Gol como uma das partes interessadas.

Conclusão

Uma coisa positiva colhemos por enquanto, cresce a cobertura aérea no Brasil com mais cidades sendo atendidas. Mas lembramos que todas as tentativas de se criar demanda por decreto falharam!

E se uma das funções do acordo era alguma redução nas tarifas – esqueçam! Com os problemas da Avianca Brasil, o programa talvez tenha se apresentado em um momento inesperado. Resta saber se a Gol e suas duas concorrentes vão conseguir com isso finalmente decolar com resultados mais robustos e saudáveis.