Emirates Começa a Vender Classe Executiva Sem Direito ao Uso de Sala VIP em Algumas Rotas

Emirates Começa a Vender Classe Executiva Sem Direito ao Uso de Sala VIP em Algumas Rotas

Nos últimos anos assistimos ao total desmembramento dos bilhetes de classe econômica, no qual quem comprar a tarifa mais barata tem que pagar por absolutamente tudo dependendo de qual empresa estiver voando. Só para falar dos itens mais comuns, despachar mala, marcação de assentos e comida a bordo precisam ser pagos individualmente. Enquanto isso, os bilhetes pagos de classe executiva continuavam intactos, mas parece que a Emirates decidiu mudar isso.

O site americano OMAAT publicou um artigo mostrando que a Emirates criou uma nova classe tarifária na executiva que não oferece os seguintes serviços:

  • Chauffer para fazer o transfer até o Aeroporto – atualmente todos os passageiros da executiva com bilhete pago têm direito ao serviço. A exceção fica por conta de bilhetes emitidos com milhas e passageiros que fizeram upgrade.
  • Marcação de assentos – permitido somente quando o check-in abrir.
  • Possibilidade de se fazer o upgrade para a primeira classe usando milhas – atualmente todas as tarifas de classe executiva permitem fazer o upgrade para a primeira classe por uma certa quantidade de milhas.
  • Acesso à sala VIP – passageiros com status elite continuam tendo acesso. Atualmente todos os passageiros podem acessar o lounge.

Emirates Começa a Vender Classe Executiva Sem Direito ao Uso de Sala VIP em Algumas RotasAlgumas dessas restrições já existem em outras empresas. Por exemplo, na British Airways os passageiros da classe executiva têm que pagar – e caro – para reservar um assento. Chauffer então é uma raridade que nem passageiro de primeira classe tem na grande maioria das empresas.

A grande “novidade” mesmo ficou por conta da restrição quanto ao uso da sala VIP. Se bem que o Tim Clark, CEO da Emirates, já havia dito em 2016 que a empresa estava considerando desmembrar os serviços da classe executiva e acesso ao lounge era um dos itens que poderia ser excluído de algumas classes tarifárias.

Veja que segundo o OMAAT, no momento apenas algumas rotas estão oferecendo a classe tarifária “Special” na executiva. Provavelmente por que isso ainda está implementado e irá progressivamente atingir todas as rotas da empresa. Aguardemos!

Conclusão

Eu acho que, além do comforto a bordo, acesso à sala VIP é um dos maiores benefícios que um bilhete de classe executiva oferece. Retringir isso com certeza deixa um gostinho amargo na boca de muita gente.

Como sugerido pelo OMAAT, fica-se com a impressão de que o objetivo não é reduzir custos e sim forçar as pessoas a reservarem as classes tarifárias mais caras para continuarem com o previlégio de usar o lounge.

Particularmente para os passageiros do Brasil, numa semana que tivemos várias más notícias com a TAP (aqui, aqui e aqui), essa “novidade” da Emirates também é desanimadora.

HT: OMAAT

Emirates Começa a Vender Classe Executiva Sem Direito ao Uso de Sala VIP em Algumas Rotas

Classe Executiva da Emirates