Upgrade de Malas – A Nova Moda?

Upgrade de Malas – A Nova Moda?

Eu, como todo geek de avião, gosto de embarcar o quanto antes para aproveitar mais e se possível tirar algumas fotos para os reviews do blog … triste, eu sei, mas é a realidade! Com isso, acabo tendo a chance de acompanhar o embarque todo. E outro dia me dei conta, depois de presenciar um draminha ao melhor estilo latino (somos craques nisso, fala a verdade?!?!), que hoje em dia existe um outro tipo de upgrade de “ultíssima” hora – malas!

Mas preste atenção, não estou falando “do” mala, mas sim “da” mala, que muitas vezes é carregada por “um” mala metido a espertalhão! Entendeu?!? Não?!? … Não se preocupe, vou explicar!

Upgrade – Downgrade – Upgrade

Presenciei esse upgrade de malas de perto em um voo Lisboa – Madri – São Paulo. O voo era no começo da noite e carregava muitas conexões da Iberia para São Paulo. Embarquei logo no início, coloquei minha mala no bin acima do meu assento e me sentei.

Pois bem, embarca um, embarca dois, embarca três, vem outro … sorrateiramente coloca a sua mala do lado da minha e …. desaparece para além das cortinas! Segue, o embarque, a mesma cena se repete de novo e de novo! Voila … chegam os demais passageiros da executiva e, como era de se esperar, não tinha espaço.

Aí começa a confusão, anúncio no sistema de som uma vez, duas vezes e nada dos pais das crianças aparecerem. Somente depois da ameaça de desembarcar as malas que os donos vieram. As recolheram e voltaram para os seus assentos. Problema resolvido? Não!

Minutos depois, vem uma nova confusão para a frente. As malas que sofreram um downgrade depois do upgrade de último minuto estavam prestes a ganhar um novo upgrade. Não havia espaço nenhum nos bins, pois o voo estava lotado. No fim das contas, para resolver a situação a tripulação colocou as malas na parte de baixo do porta casacos – eram três as ditas cujas – que no fim das contas viajaram de executiva até Madri!

Uma vez no ar, o piloto falou sobre o caso. Éramos mais de 120 pessoas a bordo e, segundo ele, haviam sido despachadas menos de 40 malas. Pois é, número bem pequeno não é mesmo?! E nos últimos seis meses eu devo ter presenciado cenas semelhantes umas três ou quatro vezes.Upgrade de Malas – A Nova Moda?

Como Proceder?

Agora deixando as brincadeiras de lado … Esses problemas com malas de mão são o resultado direto de duas coisas. Primeiro, como você já deve ter concluído, como as empresas passaram a cobrar para despachar malas, as pessoas tendem a tentar levar tudo como bagagem de mão. E segundo, com a possibilidade de se fazer check-in on line, as pessoas vão direito para o portão de embarque. Isso elimina qualquer chance destas malas serem barradas no check-in.

Eu alguns casos, nem sempre como deveria ser, vi funcionários no portão de embarque checando o tamanho das malas e “convidando” os passageiros a despachá-las. Isso, aliado ao bom senso dos passageiros em não levar a bordo malas que excedam as dimensões corretas deveria ser a regra sempre. Ganharíamos todos!

Os voos não sofreriam atrasos, tripulações não teriam que se envolver e nós passageiros seríamos poupados de assistir bate-boca e gente dando de dedo na cara um do outro dentro do avião. Agora, o mais importante de tudo, é as pessoas terem consciência das regras e segui-las. Não vou entrar no mérito aqui se as empresas estão certas ou erradas, pois isso com certeza é assunto para um outro artigo. Existem regras e, infelizmente, as pessoas não as seguem.