Conheça Mais Detalhes do Novo Avião B77X da Boeing

Conheça Mais Detalhes do Novo Avião B77X da BoeingNovo Boeing B777X

Depois do A350 e do B787, a indústria aérea está prestes a conhecer um novo avião, o B777X. Esta semana a Boeing relevou mais alguns detalhes sobre essa nova aeronave que promete trazer ainda mais conforto aos passageiros de acordo com o que foi publicado no site de notícias sfgate.

As Variações

O Boeing B777X representa a nova geração da família B777 que já conta com o B77-200 e o B777-300. A nova aeronave terá duas variações, o B777-8 e o B777-9, que devem chegar ao mercado com uma série de inovações tecnológicas.

Conheça Mais Detalhes do Novo Avião B77X da Boeing

Comparação do B77-8X e B777-9X

O B777-900 será o primeiro a voar, com os primeiros testes de voo começando em algumas semanas. Se tudo correr de acordo com os planos, o modelo deve entrar em serviço em 2020. A Boeing já tem 273 pedidos para o avião de companhias aéreas como a Lufthansa (que lançará o novo avião), a Cathay Pacific, a Singapore Airlines, a ANA, a Emirates, a Qatar e a Etihad.

De acordo com a Boeing, o 777-9 será um pouco maior que o atual B777-300ER, mais preceisamente, 7 pés mais longo e capaz de transportar 18 passageiros a mais, tornando-se assim o maior jato bimotor da empresa. Já o B777-8 será quase 16 pés mais curto que o 777-300ER e acomodará menos passageiros, porém terá um alcance maior.

Inovações

A Boeing informou que as inovações de design do 777X e os novos motores da GE (os maiores em um Boeing) tornarão o 777X 12% mais eficiente em termos de consumo de combustível que o seu mais novo rival da Airbus, o A350-1000. Isso, sem dúvida alguma, é música para os ouvidos das companhias aéreas preocupadas com constantes aumentos do preço do combustível.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O 777X combina alguns recursos dos atuais B777 e alguns do popular 787 Dreamliner. As cabines de passageiros terão janelas maiores, compartimentos superiores maiores, iluminação LED aprimorada e serão quatro polegadas mais largas do que os atuais modelos do B777. Isso deve melhorar um pouquinho a vida de quem viaja em classe econômica em empresas onde as aeronaves estão configuradas com 10 assentos por fileira.

Ambas as opções de janelas mecânicas e eletrônicas estão disponíveis e podem ser escolhidas pela empresa aérea ao especificar o formato do interior de cada avião. Os passageiros também se beneficiarão de cabines com melhores controles de temperatura e umidade, ar mais limpo e menos ruído, disse a Boeing.

Conclusão

Com certeza o B777X será outro sucesso da Boeing que dentro em breve veremos pelos aeroportos do mundo. Vamos ver qual será a primeira empresa a operar o modelo na América do Sul. Dada a atual carteira de clientes as opções ficam entre a Lufthansa e a Qatar Airways.